Autonomia sindical à luz da nova Constituição Federal : registro de sindicato

Show full item record

Title: Autonomia sindical à luz da nova Constituição Federal : registro de sindicato
Author: Delgado, José Augusto
Abstract: Analisa o atual sindicalismo brasileiro, enfocando a principal modificação introduzida que se trata da denominada autonomia sindical. Comenta que a Constituição, ao garantir a livre criação e funcionamento do sindicato, sem permitir qualquer intervenção governamental, equiparou a forma do surgimento dessas entidades a das de mais pessoas jurídicas, pelo que o registro no órgão competente é formalidade necessária para o seu nascimento. Declara que estes devem obedecer ao princípio da unicidade. Pode ser feito por qualquer órgão do Poder Executivo, desde que autorizado por lei, e atuando somente para essa finalidade. Ressalta que enquanto não surgir lei regulando o assunto, deve o sindicato, após o registro no Cartório das Pessoas Jurídicas, comunicar a sua existência ao Ministério do Trabalho. Trata da publicidade a respeito da sua criação, após registro, para fim de impugnação, com efeito de se garantir a unicidade sindical. Enumera aspectos a respeito do funcionamento e da administração dos sindicatos.
Palavras chaves: Direito sindical, Brasil
Sindicato, registro, Brasil
Sindicato, legislação, Brasil
Brasil. [Constituição (1988)]
URI: http://bdjur.stj.jus.br/dspace/handle/2011/24881
Data de publicação 1990
Referência: Delgado, José Augusto. Autonomia sindical à luz da nova Constituição Federal: registro de sindicato. Síntese Trabalhista, v. 2, n. 17, p. 14-28, nov. 1990. Disponível em: <http://bdjur.stj.jus.br/dspace/handle/2011/24881>. Acesso em: 1 dez. 2011.

Files in this item

Files Size Format View
Autonomia_Sindical_Luz.pdf 85.23Kb PDF View/Open

The following license files are associated with this item:

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Atualizações por email

Cadastre-se e receba avisos sobre novos documentos